Dicas para seu primeiro aluguel em Londres: visitas e fechamento do contrato

casal segurando chave da casa

Olá galera! Hoje volto ao assunto aluguel, para finalizar o assunto que comecei na semana passada. Se alguém não leu o primeiro post é só clicar aqui, nele eu explico as coisas que você pode, e deve, antecipar no Brasil para que o seu processo de encontrar uma casa seja simples e rápido. Vamos lá!

Só depois de todo o planejamento que falei anteriormente é que você deve começar as visitas, e aqui trago a informação que considero mais importante. O mercado imobiliário de Londres é frenético, se você se apaixonar por um apartamento, não hesite, se você olhar muito, com certeza alguém vai passar na sua frente. Não é incomum um apartamento ser anunciado e no dia seguinte, muitas vezes até no mesmo dia, já ter sido alugado. Isso não é historinha de imobiliária para te convencer a alugar rápido não, vi isso acontecer com alguns apartamentos e esse foi o primeiro conselho que os colegas de trabalho do meu marido nos deram.

Apesar da velocidade com que as coisas funcionam, preste atenção antes de fechar negócio, li bastante sobre golpes que acontecem aqui. Tome cuidado e nunca pague nenhuma taxa apenas para visitar um imóvel, se qualquer coisa lhe parecer fora do normal, peça ajuda a alguém de confiança (se você não tiver a quem recorrer pode contar comigo e as outras meninas do blog, só clicar ali no link Contato no menu ou deixar um comentário aqui nesse post).  Como gosto de me prevenir, não aconselho a alugar apartamento direto de pessoa física, recomendo que você procure uma agência reconhecida e ainda assim preste bastante atenção. Só não se assuste se for cobrada uma garantia para que o agente deixe de mostrar o apartamento a outras pessoas enquanto você está fechando o contrato, isso é normal aqui, nossa imobiliária cobrou 500£, que depois foram abatidas do valor do depósito. Se você não se sentir confortável de entregar uma quantia assim logo na hora da visita sem saber nada da agência, não leve dinheiro e peça para ir até o escritório, assim você pode ver que é uma empresa verdadeira, e nunca deixe de pedir um recibo de qualquer pagamento. Foi assim que nós fizemos e não tivemos nenhum problema.

Escolhido e reservado o apartamento, você terá que preencher uma ficha de cadastro, a imobiliária irá verificar suas referências e preparar o contrato. No nosso caso, foi pedido apenas uma referência no trabalho do meu marido para verificar que ele realmente era um funcionário de lá, mas sei que muitas agências são mais burocráticas e pedem inclusive uma carta de algum locador anterior, o que pode ser um transtorno caso esse seja seu primeiro aluguel fora do Brasil, sempre pergunte todos os documentos necessários na hora da visita.  Como nós fomos desconfiados e optamos por ir até a imobiliária entregar a taxa de reserva e preencher a ficha, tivemos que voltar no dia seguinte lá para assinar o contrato e entregar o depósito, mas geralmente esse processo todo é feito via email e transferências bancárias.

Voltando a falar um pouquinho sobre o depósito, é importante explicar que ele não fica nas mãos da imobiliária. Por lei no Reino Unido, o seu landlord (locador, em inglês, já vá aprendendo), seja pessoa física ou agência, tem 30 dias para colocá-lo no que se chama Deposit Protection Scheme ou, traduzindo bem literalmente, Esquema de Proteção do Depósito, que seria uma empresa que fica com a sua caução para garantir que o landlord não vai utilizar esse dinheiro e que ele irá ser devolvido pra você. Caso esta regra não seja obedecida, você pode entrar na justiça e receber até 3 vezes o valor original como compensação.

Depois do contrato assinado, será agendada a vistoria, que aqui é feita por uma empresa terceirizada. Um funcionário desta empresa irá lhe explicar tudo sobre o funcionamento da casa, disjuntores, aquecimento, etc., irá lhe mostrar todos os defeitos que já existem na casa para que você fique ciente e ao final irá lhe entregar as chaves para que você possa se mudar.

Ufa, finalmente chegamos na parte boa! Falei muito e sei que vendo assim parece super complicado mas, juro que não é. Tirando a parte da pesquisa que comecei no Brasil, levei 3 dias para encontrar meu apartamento e em uma semana já tinha me mudado. Não desista!

Se tiver qualquer dúvida, sugestão ou precisar de alguma ajuda, deixe um comentário. Espero que tenha conseguido ajudar você e desejo boa sorte na sua busca por um lar londrino!

  por  

4
Deixe um comentário

avatar
2 Comment threads
2 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
3 Comment authors
Joana dos SantosPriscilaselmo Recent comment authors

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
selmo
Visitante
selmo

voce poderia indicar sites

Priscila
Visitante
Priscila

Olá meninas, estou me mudando para Londres e cai no ponto de referência.
Estou para fazer um Mestrado, logo estarei largando emprego e afins aqui, porém me pediram essa tal referência da empresa. Eu achei completamente “sem sentido” pois não terei mais vinculo nenhum com o local no qual trabalho hoje.
Mesmo assim será válida essa informação ?

@alemdobigben no instagram