7 motivos para visitar Budapeste

budapeste

Budapeste é a capital da Hungria e uma das maiores cidades da União Européia. Se você ainda não a conhece, depois deste post duvido não ficar com vontade!

1. Preços acessíveis

Apesar de fazer parte da UE, a Hungria não adotou o Euro, sua moeda é o Florim Húngaro (Forint – Ft) e não é tão valorizada. Não se assuste com a quantidade de zeros nos preços, lá a menor moeda tem valor de 100Ft. Quem sai do Brasil, irá encontrar preços relativamente parecidos. Mas, para quem sai do Reino Unido, os preços são excelentes.

O transporte não é dividido em zonas como aqui, o preço é o mesmo, não importa o destino. Uma passagem custa apenas 350Ft (~ £1) e um passe diário 1650Ft (~ £4.70). Uma cerveja (0,5l) custa em média 800Ft (~ £2.30) e um prato principal em restaurante 3000Ft (~ £8.50). É possível encontrar restaurantes com menu de 3 pratos por 1000Ft (~ £2.90).

Além disso, as passagens aéreas até Budapeste também não estão entre as mais caras. Viajando com companhias como Ryanair, dependendo da época, você consegue encontrar preços a partir de £19, por trecho.

As opções de hospedagem são super variadas, tem para todos os orçamentos, a cidade conta com muitos hotéis 5 estrelas e também albergues super econômicos. Na hora da reserva recomendo usar o Hostelworld ou o Booking.

2. História

Budapeste é uma cidade muito antiga, fundada pelos celtas aproximadamente em 1 DC, e por isso com uma história muito rica. A cidade foi um assentamento romano, Aquincum. Fez também parte do Império Áustro-Húngaro e esteve sob domínio da Alemanha Nazista e da União Soviética.

Não deixe de vistitar:

Aquincum – as ruínas e o museu  ( http://www.aquincum.hu/en/)

Budapest_Aquincum

 

Terror Háza (Casa do Terror) – prédio que foi quartel general dos partidos Nazista e Comunista, transformado em museu. Lá você encontrará um excelente retrato da vida na Hungria durante os dois regimes e também um memorial e homenagem às suas vítimas. (http://www.terrorhaza.hu/en)

Budapest_Casa do Terror
Budapest_Casa do Terror_Tanque

3. Arquitetura e Paisagens

A capital húngara, também conhecida como a Pérola do Danúbio, é uma das cidades mais lindas que já conheci. Enquanto em Londres há o contraste entre o moderno e o antigo em quase todos os lugares, Budapeste faz você se sentir em uma viagem no tempo. A cidade é mágica e tem uma beleza de tirar o fôlego.

Lugares imperdíveis:

Országház (Prédio do Parlamento Húngaro) –  o parlamento é o cartão postal de Budapeste, não há quem não se impressione com sua beleza. O prédio cobre uma área de 18.000 m², é um dos maiores parlamentos do mundo. Ele ainda é usado para sessões e é aberto à visitação. (http://www.parlament.hu/web/house-of-the-national-assembly)

parlamento_budapeste

parlamento_budapeste_dia

 

Szen István Bazilika (Basílica de Santo Estevão) – esta linda igreja dedicada a Santo Estevão (primeiro rei e fundador do estado húngaro) é um dos pontos turísticos mais importantes do país.

basilica de santo estevao_budapeste

 

Széchenyi lánchíd (Ponte das Correntes) – Junto com o parlamento, esta ponte de 380m de extensão, é um dos pontos mais famosos da cidade.

ponte das correntes_budapeste

 

Citadella – este é um antigo forte situado no topo da montanha Gellért. Apesar de sua significância histórica, a grande atração do local é a vista da cidade. Suba em um dia de céu limpo para ver o nascer ou pôr-do-sol. A subida não é atraente para os mais sedentários, mas eu prometo que compensa e assim que você chega lá em cima, esquece todo o cansaço.

citadella_budapeste

 

Budavári Palota (Castelo de Buda) – apesar de ser chamado de castelo, o prédio na verdade é um palácio. Foi construído nos anos 1300 e utilizado como residência real até a invasão alemã em 1944. Atualmente abriga o Museu de História de Budapeste, a Galeria Nacional Húngara e a Biblioteca Nacional. (http://budacastlebudapest.com/) O palácio fica em um ponto elevado da cidade, caso você não consiga subir até a Citadella, pode ter um gostinho da vista que teria lá em cima.

castelo de buda

 

Halászbástya (Bastião dos Pescadores) – este é um ponto de observação do Danúbio, um ótimo local para fotos onde você tem uma linda vista do Parlamento. O terraço, construído em estilo neo-Gótico, conta com 7 torres que representam as 7 tribos magyar que se estabeleceram na região em 895, é muito bonito e acabou se tornando um ponto turístico.

bastiao dos pescadores_budapeste
bastiao dos pescadores_vista_budapeste

 

Margitsziget (Ilha Margarida) – se você visitar a cidade durante os meses mais quentes do ano, conheça esta ilha. Um oásis verde em meio a cidade, lá você encontra lindos jardins, um ótimo lugar para um piquenique e até mesmo um parque aquático.
Vá após escurecer para ver a fonte musical, um show de luzes e dança das águas imperdível. Ela funciona apenas durante os meses de Verão e Outono e os shows completos costumam acontecer às 18h e às 21h.

ilha margarida_budapeste
fonte musical_budapeste

 

Hősök tere (Praça dos Heróis) – outro ponto icônico da cidade. Uma das maiores praças da cidade, lá você encontra um grande monumento aos reis e líderes importantes da Hungria. De um lado da praça está localizado o Museu de Belas Artes e de outro o Kunsthalle (palácio das Artes), dois museus de arte excelentes.

praca dos herois_budapeste

Nagyvásárcsarnok (Mercado Central) – o maior e mais antigo mercado da cidade. Não deixe de passear pelos seus corredores. Lá você irá encontrar temperos, linguiças e iguarias húngaras. No segundo andar você encontra souvenirs, artesanato e comida local. É um execelente passeio para quem está interessado no nosso próximo item: gastronomia.

mercado central_budapeste
produtos_mercado central_budapeste

4. Gastronomia

Garanto que ao ler isso você deve ter estranhado. Muito poucas pessoas conhecem a gastronomia húngara. No máximo conhecem o gulyás (goulash) e, provavelmente, conhecem a versão tcheca do prato. A Hungria tem muito mais delícias a oferecer e diversos pratos que você não pode perder.

Libamaj (Foie Gras) – a Hungria é um dos maiores exportadores desta iguaria. Se você sempre quis experimentar ou é um apreciador, não perca a oportunidade. Os preços em Budapeste são muito menores que os de Londres. No Mercado Central você encontra 200g em lata por  8999Ft (~£25.50), em Londres a mesma quantidade custa em torno de £50. Claro que a qualidade do fígado de ganso em lata não é a mesma do fresco. Se você quiser comer um prato em restaurante, custará uma média de 5000Ft (£15), em Londres as indicações que encontrei de restaurantes que servem o prato falam em ao menos £50/pessoa para o jantar completo.

foie gras

 

Gulyás (Goulash) – a Goulash húngara é um pouco diferente  da sua prima tcheca que é mais conhecida. Enquanto a versão tcheca é um cozido mais encorpado, a húngara é uma sopa de legumes e carne, de cor avermelhada pois contém grandes quantidades de páprica. É um dos pratos mais tradicionais do país e você tem que experimentá-lo.

sopa goulash

 

Lángos – imagine uma pizza com massa frita ao invés de assada. Parece delicioso, não? Isso é o Lángos! A diferença é que as coberturas são colocadas frias sobre a massa já frita e as mais tradicionais são sour cream e queijo. Coma no Mercado Central, lá você encontra uma infinidade de ingredientes e pode montar a sua própria cobertura.

Lángos

 

Mangalica – essa é uma raça de porco húngara, um proco que tem pelagem parecida com a de uma ovelha. Sua carne é mais gorda que a de um porco comum e é deliciosa. Não deixe de comer as linguiças de Mangalica.

porco mangalica
salame mangalica

 

Tokaji Aszú – conhecido como “O Vinho dos Reis, O Rei dos Vinhos” (“Vinum Regum, Rex Vinorum”, frase que ficou famosa ao ser dita por Luís XV da França). O Tokaji é um vinho doce, perfeito para acompanhar uma sobremesa. Seu gosto lembra o de uvas passas. Este vinho é classificado de acordo com seus “puttonyos”, um número que identifica sua quantidade de açúcar. A escala varia de 3 a 6 “puttonyos” e quanto maior o número, maior é considerada a qualidade do vinho. Diferentemente da maioria dos vinhos, seu teor alcoólico costuma passar dos 14%. No caso deste vinho, os preços que você encontra no supermercado são parecidos com o do mesmo vinho em Londres (um de excelente qualidade custa em média 8000 Ft (~ £25.50)), o mesmo custa £27 no Waitrose.

tokaji aszu

 

Dobostorta (Torta Dobos) – uma torta com finas camadas de bolo e buttercream de chocolate, coberta com um biscoito de caramelo. Deliciosa!

dobos torta

 

Além dos pratos citados, você também encontra excelentes pratos austríacos como o Wienerschnitzel e o Apfel Strudel. E não esqueça que você está em uma capital européia, além da comida regional há restaurantes de todos os tipos de culinária, com diversos preços diferentes. Para quem é fã da alta gastronomia, a cidade conta com alguns excelentes restaurantes premiados com estrela Michelin.

5. Águas Termais

Budapeste é um paraíso termal e visitar uma de suas diversas termas é obrigatório. Além de super relaxante, a maioria está abrigada em lindíssimos prédios históricos. Alguns complexos tem dias e horários exclusivamente masculinos ou femininos, consulte os sites antes de ir.

Széchenyi Gyógyfürdő – um dos maiores complexos de banhos da Europa, conta com 15 piscinas internas de temperaturas variadas, 3 externas e 10 saunas. Oferece também diversos tratamentos de spa. (http://www.szechenyibath.hu/)

termas szechenyi_budapeste

 

Gellért Spa – este complexo fica dentro do hotel 5 estrelas de mesmo nome. Um dos banhos mais bonitos da cidade, conta com 10 piscinas em temperaturas variadas. (http://www.gellertbath.hu/)

gellert spa_budapeste

 

Rudas – spa super tradicional da cidade que foi reformado e mistura elementos modernos e antigos. Destaque para a jacuzzi no terraço que proporciona lindas vistas da cidade. (http://en.rudasfurdo.hu/)

termas rudas_budapeste

6. Vida Noturna

Se você é jovem, seja de idade ou de espírito, e está sempre pronto para uma festa, Budapeste é a cidade perfeita para você. Com uma das vidas noturnas mais agitadas da Europa, você encontra opções de domingo a domingo e o agito vai até às 6h da manhã. A cidade está sempre lotada de turistas e estudantes intercambistas, dificilmente você irá num local vazio, não importa o dia da semana ou temporada. O verão é a melhor época para quem quer aproveitar este lado da cidade.

Budapeste tem um tipo de bar característico conhecido como “ruin pub” ou bar de ruínas. São bares muito diferentes, que para muitas pessoas parecem estranhos à primeira vista. A maioria tem diversos andares e salas meio escondidas, decoração super alternativa onde uma coisa parece que não combina com a outra, paredes rabiscadas… Se você não conhece um local para te indicar os melhores lugares, a melhor opção é fazer um pub crawl.

Imperdível:

Szimpla Kert – o bar mais famoso da cidade. Está sempre lotado de turistas mas ainda mantém suas características únicas. Aos finais de semana, se você quer sentar para curtir uma atmosfera mais tranquila, chegue cedo. (http://szimpla.eu/)

Szimpla_Kert_Bar_Budapeste
szimpla ker wine bar_budapeste

 

Instant – a balada mais famosa da cidade, tem diversas salas com diferentes tipos de música. Está sempre cheio e funciona todos os dias. Quase todos os pub crawl da cidade terminam lá. (http://instant.co.hu/en/)

instant_budapeste

 

Romkert – se você for durante o verão, essa balada a céu aberto é uma das melhores da cidade. (http://romkert.eu/en/)

romkert_budapeste

 

Sparty e Cinetrip – balada nas termas, diversas datas e em locais diferentes, consulte o site. (https://spartybooking.com/)

sparty_budapeste

 

7. Festival Sziget

Durante o verão, em geral no mês de Setembro, acontece na cidade este incrível festival de música em uma das ilhas da cidade. Uma semana com uma programação musical excelente e diversas atividades e apresentações culturais acontecendo o dia todo. Aproximadamente 450.000 pessoas , de mais de 90 países, participam dessa incrível festa e muitas delas acampam na ilha a semana toda. É uma experiência incrível, não perca se tiver a oportunidade! (https://szigetfestival.com/en/)

festival sziget_budapeste

 

Espero que tenha gostado do post! Você conhece Budapeste e acha que faltou alguma dica por aqui? Depois de descobrir tudo isso vai correndo reservar a sua viagem? Compartilhe suas experiências com a gente aqui nos comentários e através da #alemdobigben.

budapeste

  por  

2
Deixe um comentário

avatar
1 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors
Joana dos SantosLucas Rampim Recent comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Lucas Rampim
Visitante

Budapeste é lindo, mas perdeu o oitavo motivo de visitar: eu! hahahahah